O BEIJO NO FINAL DA NOVELA – Prévia de dados

O beijo entre Félix e Niko, no capítulo final da novela Amor à Vida, da Rede Globo, gerou grande número de comentários nas redes sociais. A cena do casal de personagens masculinos, um deles protagonista da novela, foi alardeada como o ‘primeiro beijo gay’ da teledramaturgia brasileira. E repercutiu muito nas redes sociais. Somente no Facebook, entre as 23h de sexta (31/01) e as 14h de sábado (01/02), nossas buscas retornaram um total de 41.230 postagens públicas.

A análise destas mensagens permitiu-nos conhecer as maiores autoridades da rede de compartilhamentos sobre o chamado ‘primeiro beijo gay’ masculino da teledramaturgia brasileira. Autoridade é uma métrica que estima o valor do conteúdo de cada página ou perfil a partir do número de compartilhamentos de suas postagens. Perfis com postagens muito compartilhadas adquirem alto valor de autoridade.

Os dados coletados foram processados para analisar o compartilhamento de publicações. A análise dos compartilhamentos é rica em signicação porque detecta as postagens com mais alto capital social — o compartilhamento aumenta o capital social de uma postagem, embora não necessariamente aumente, de forma permanente, o capital social de seu autor.

Na análise da rede de compartilhamentos aplicamos um algoritmo de modularidade que permite decompor a rede complexa em comunidades modulares (ou sub-redes), o que, do ponto de vista do compartilhamento de seus conteúdos, possibilita detectar grupos de atores que apresentaram fortes semelhanças entre si.

O grafo da rede de compartilhamentos do Facebook apresentou 32.877 vértices (usuários únicos) e 29.491 arestas (postagens compartilhadas).

Rede de compartilhamentos sobre o beijo no capítulo final da novela

Rede de compartilhamentos sobre o beijo no capítilo final da novela

Para a detecção de comunidades usamos o algoritmo de modularidade em resolução 2,929, o que resultou em 3.967 comunidades distintas. Detectamos grupos bastante sensíveis aos direitos das minorias, entre as quais destacam-se diversas páginas LGBT.

Os dados continuam a ser coletados na data de hoje, dia em que o último capítulo da novela é reprisado. Uma pesquisa detalhada será lançada no começo da semana.

Esperávamos encontrar grande presença de redes de opinião evangélicas pautadas pela homofobia, mas curiosamente umas das maiores rede temáticas que detectamos está ligada às torcidas de futebol. Escolhemos dar uma olhada nesta — futebol e novela definem muito do que muitas pessoas entendem como “Brasil”.

 

Nas páginas de futebol a provocação homofóbica segue e não se restringe aos jogadores: visa atingir toda a torcida adversária, seja ela quem for. E os primeiros a serem zoados foram os flamenguistas. Ontem, a iniciatva foi dos antiflamenguistas. O tema foi um beijo dado por Paulinho em André Santos, para agradecer o passe que rendeu um gol ao Flamengo na semifinal da Copa do Brasil, contra o Goiás, em 31 de outubro de 2013. Uma montagem, que faz o beijo parecer um beijaço na boca, foi publicada na página “Zuando o Flamengo”. Foi curtida 874 vezes e compartilhada 1.654 vezes até a tarde de hoje. Na página Anti Flamenguista, a foto foi um sucesso: 11.510 curtidas e 10.917 compartilhamentos até esta tarde. A página “Eu Te amo Vascão” compartilhou a mesma foto.

 

Os flamenguistas reagiram com uma fotografia de Thiago Fragoso (que representou o Niko, na novela) no estádio, com a camisa do Fluminense. Na página “Torcida FlaBook”, “está explicado o motivo do beijo gay na novela”. 1046 compartilharam, 1627 curtiram. Outro meme: “Fluminense dá parabéns ao ator Thiago Fragoso pelo primeiro beijo gay em novelas brasileiras”. 922 curtidas, 1039 compartilhamentos. Nos comentários, torcedores reagem. “Manera no preconceito aí galera… O post foi zoa, mas tem nego mt ignorante comentando aí.. -.-“, “tanto preconceito ! nossa…nd ver.”

 

“Opa, o primeiro beijo gay é das Frangas”. A foto de uma trombada entre Ronaldinho e Jô foi usada pela torcida do Cruzeiro, na página “Eu Sou Cruzeiro”, para reivindicar “o primeiro beijo gay no futebol” para os jogadores do time adversário. Todo torcedor atleticano sabe que Ronaldinho e Jô comemora gols dando peitadas… mas os cruzeirenses não perdoaram. 783 curtiram, 1244 compartilharam.

 

Em Pernambuco, a iniciativa foi dos torcedores do Sport. E a página Sport na 1a. divisão publicou uma foto do beijo – e outra da torcida do Náutico comemorando. “As barbies Comemoram o Beijo Gay kkkkkkkkk”.

O ‘beijo gay’ na novela foi comemorado como um gol em final de campeonato. Enquanto isso no futebol a novela da zuêra homofóbica parece não ter fim.

Segunda-feira, com os dados do fim de semana, aprofundaremos a análise. A prévia publicada hoje foi só um #BeijinhoNoOmbroProRecalquePassarLonge.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *